Para se manter competitivo, é importante que você acompanhe de perto os passos daqueles que estão do outro lado do caminho: seus concorrentes. Acompanhe nossas dicas e saiba o que é essencial para isso.

Seja qual for o tamanho do seu negócio ou o segmento que você atue, toda empresa deve considerar aperfeiçoar seus processos e inovar constantemente, a fim de adaptar-se às mudanças vertiginosas do setor. Analisar a concorrência pode ser um bom ponto de partida.

O que significa benchmarking?

Também conhecido como comparação evolutiva, o benchmarking é uma técnica pela qual uma empresa pode analisar seus produtos ou serviços em comparação com outras empresas da mesma área. Ao contrário do que geralmente se pensa, isso não implica copiar seus métodos, mas estudar detalhadamente como os participantes de um setor trabalham para detectar oportunidades de melhoria.

Ou seja, uma estratégia de benchmarking correta é aquela que consegue obter dados dos seus concorrentes e aproveitá-los a seu favor, permitindo que você se diferencie deles.

Primeiros passos do benchmarking

O primeiro passo para fazer essa análise comparativa é identificar seus concorrentes diretos. Uma vez definido esse aspecto, colete informações sobre seus desempenhos, em diferentes frentes, como:

» Os produtos que comercializam e seus preços.

» A plataforma de pagamento que usam.

» O método de envio que oferecem.

» As palavras-chave que usam em seus sites.

» O número de seguidores que têm nas redes sociais etc.

Esses dados, que você pode coletar manualmente, com ferramentas online e fontes internas e externas, fornecerão pistas sobre o relacionamento que a concorrência tem com seus clientes atuais e em potencial. Toda esta informação pode ser bastante avassaladora, e é por isso que antes de analisá-la é importante que você identifique quais são seus principais pontos fracos. Essa análise deve ter sido feita anteriormente, ao elaborar seu plano de negócios.

Se você está analisando sua concorrência pela primeira vez, o Google Trends, Page Speed ​​e Similarweb são muito úteis para entender a estratégia daqueles que estão no caminho à frente.

Vantagens do benchmarking

Depois de reunir as informações, é hora de avaliar as métricas e identificar quais são as melhores práticas dos seus concorrentes. O próximo passo é decidir quando e como implementá-las, sempre aprimoradas e adaptadas, no seu próprio negócio.

Além de aprender com outras empresas, em alguns casos, o benchmarking pode ser o pontapé para formar alianças estratégicas com algumas delas.

Essencialmente, analisar a concorrência não é apenas um estudo comparativo, mas uma forma de capitalizar as informações obtidas para impactar as métricas do seu próprio negócio positivamente.


Esta matéria foi útil? Compartilhe-a agora mesmo!