Consumidores mais velhos se mostram um público promissor e querem ver propagandas direcionadas à faixa etária para que possam ter mais identificação com diferentes produtos.

Muito se fala sobre acertar em cheio o público-alvo, seja por meio de uma campanha em redes sociais ou e-mail marketing. Mas quem é esse público?

Se você vende para consumidores mais velhos, acima de 60 anos, ou pretende, saiba que se trata de um grupo bastante promissor. A população brasileira está envelhecendo, afinal, há menos nascimentos e mais longevidade – assim como em todo o mundo.

Tempo de consumo

A prolongada expectativa de vida se reflete em vários aspectos, e o consumo é um deles. Segundo o estudo conduzido pelo Google, é preciso pensar em como vender apenas para esta faixa etária. De acordo com a pesquisa, 45% se identificam com produtos do segmento de medicamentos, mas apenas 5% sentem o mesmo em relação à moda, por exemplo.

E se engana quem acha que a terceira idade não está nas redes sociais, ainda mais pelo fato de a Internet encurtar distâncias: um quarto dos brasileiros acima de 60 anos estão conectados.

Como estabelecer diálogo e gerar vendas

Existem formas já conhecidas por vocês, como trabalhar anúncios, campanhas em redes sociais e descrições de produtos que podem ser muito eficazes na hora de conversar com esse público.

Atraindo o público mais velho

Na hora de pensar em seus anúncios, se você vende roupa, por exemplo, uma recomendação é fotografar pessoas da terceira idade usando as peças. Afinal, se ver nos anúncios cria uma relação de empatia, o que ajuda a aproximar o consumidor do seu produto.

Campanha em redes sociais

A segmentação, neste caso, é fundamental. Por meio das redes sociais, você consegue analisar quem está olhando o seu conteúdo e se interessa por seu produto. Use essas informações para se aproximar do consumidor e entregar anúncios que realmente interessam para ele. É possível fazer segmentação da sua publicidade no Mercado Livre, por exemplo.

Experiência do cliente

É preciso mais do que vender um produto. Planeje ações diferenciadas que possam conquistá-lo na hora da compra: pode ser uma lista de produtos de acordo com o perfil ou produção de conteúdo relevante nas redes sociais com temas ligados ao que você vende. Por exemplo, se você tem e-commerce de moda, pode fazer um post voltado ao público mais maduro sobre tendências da estação.

Busca por tecnologia

Ainda conforme a pesquisa, para três buscas por termos relacionados a “bengalas de idosos” existem duas para a procura ligada a “celulares para idosos”. Ou seja: aí está um nicho que precisa levar em consideração, cada vez mais, para quem já passou dos 60 anos.

Ao pensar em anúncios para este público, deixe as descrições bem claras e, por que não apostar em imagens que mostram o aparelho em uso pelo público mais velho? Quando direcionar esses anúncios, é possível investigar o que eles precisam de fato em um celular: se eles querem um aparelho com a última tecnologia ou um que seja eficiente para acessar as redes sociais. Não se esqueça das datas especiais. Afinal, os consumidores com mais de 55 compraram 1,4 vezes mais celulares do que os clientes entre 18 e 54 anos na Black Friday de 2018.

Pensamento fora da caixa

Fuja do óbvio na hora de montar a sua estratégia de vendas para este grupo: pense em descontos personalizados, kits, e-mails marketings com produtos por mais buscas dentro da faixa etária.

A terceira idade também é conectada à Internet e sabe buscar o que precisa. Pesquise o que este grupo gosta e faça o seu planejamento comercial.


Esta matéria foi útil? Compartilhe-a agora mesmo!