Chegou a hora de progredir ao impulsionar a sua empresa na Internet. Entenda mais sobre SEO, estratégias de marketing entre outros meios para alavancar seu negócio.

Que os anúncios precisam ter boas fotos, uma descrição bacana com um texto objetivo e claro, já está mais do que comprovado. E muitos de vocês já sabem fazer isso muito bem.

Agora, é o momento de progredir e se arriscar em práticas mais avançadas para fazer com que as vendas aumentem. Veja como as dicas irão te ajudar a vender no Mercado Livre e impulsionar o seu negócio:

SEO para os anúncios

A famosa sigla SEO, inglês para Search Engine Optmization ou Otimização do Mecanismo de Busca em bom português, faz muita diferença para que o seu anúncio seja bem posicionado e se destaque em meio a tantos outros. Por meio dessa prática é possível descobrir quais são os termos mais usados quando alguém procura por um produto.

Algumas ferramentas te ajudam com essa tarefa, como o Google Trends, o site americano Answer the Public ou Ubersuggest. Assim, você conseguirá elaborar a descrição do item com o SEO em mente e ter palavras-chave para colocar na descrição do anúncio. Dessa forma, estes termos fazem com que os seus produtos apareçam em posições cada vez melhores nos resultados de busca.

Fichas técnicas

É importante ter em mente que as fichas técnicas são essenciais para estar no topo das vendas. Parece algo óbvio, mas ter um anúncio com todas as informações entra na lista de atitudes avançadas para quem deseja ter o melhor posicionamento possível no Mercado Livre.

O preenchimento da ficha com informações corretas e reais é um meio eficaz para aparecer mais nos filtros e se posicionar melhor nas listagens de busca.

Categorias

No Mercado Livre, há mais de 2.800 categorias e subcategorias, por isso você precisa preencher essa parte com muita atenção. Os clientes usam bastante os filtros na hora de buscarem o que desejam comprar.

Por isso, quando for categorizar o produto que você vende, selecione a opção correta, ou seja, aquela em que realmente ele se encaixa.

Por exemplo, se você vende lençol, é preciso refinar se é de casal, solteiro, queen size ou king size. Assim, fica mais fácil de o produto ser encontrado.

Variedade de fotos

A variedade das fotos é muito importante. Embora pareça algo óbvio, trata-se de um ponto que faz com que você se destaque. Mas não se trata de uma boa resolução da imagem, e sim de como se ambienta a foto e das possibilidades de uso do produto exibidos, na tela, para o consumidor.

Ao vender um sofá, por exemplo, o que é mais atraente: apenas a peça, sozinha, no meio de um galpão ou uma foto que mostre o sofá em uma sala, combinando com a cortina e o carpete, e com uma bela luminária ao lado? Aposto que você já sabe a resposta.

De repente, acrescentar outra opção de imagem, mostrando uma família sentada e vendo TV. Assim, vende-se mais do que um produto. Por meio das fotos, você também vende conforto, aconchego ou momentos em família.

Campanhas pagas

O investimento em mídias pagas permanece entre os diferenciais na hora de ter mais tráfegos e vendas. Você pode investir em links patrocinados do Google por meio de Adwords. Você ainda pode investir em publicidade paga no próprio Mercado Livre:

» Product Ads: esta opção inclui os anúncios com foto exibidos na página principal de categorias, as recomendações, os produtos no final da página e a lista de produtos.

» Display: esta é uma categoria mais cara. Garante mais espaço e o produto é exibido em banners e na seção “imperdíveis” na página inicial.

Estratégia de marketing – dentro e fora da plataforma

Não basta investir apenas na Internet, ter anúncios bacanas e impulsioná-los com campanhas pagas em redes sociais. Estar próximo no mundo online, com campanhas em redes sociais, e-mail marketing ou enquetes virtuais é importante.

No entanto, a estratégia de marketing precisa ir além das telas – do computador ou do celular – e fazer parte da vida do consumidor. Por exemplo, pense em um diferencial que irá destacar o seu pedido dos outros. Você pode fazer algo criativo com a caixa: se o produto é uma loção corporal com cheiro de flor, incremente o pacote: coloque algumas pétalas do tipo de flor e aromatize o interior dela.

Se a compra for um presente, ofereça a opção de acrescentar um papel de presente ou um cartão. Parece ser apenas um detalhe, mas faz toda a diferença para quem recebe.

A experiência de abrir a caixa é um dos momentos mais esperados pelo comprador. Se ela for positiva, agradável e diferente, com certeza há grandes chances de ele comprar novamente.

Evoluir para vender mais vale a pena, uma vez que diferentes ferramentas e técnicas atraem o consumidor por causa de seus diferenciais e o coloca no centro das experiências que você quer proporcionar, deixando a jornada de compra mais prática e agradável.


Esta matéria foi útil? Compartilhe-a agora mesmo!