O que esperar do crescimento do e-commerce em 2021 no Brasil?

Após um ano muito favorável para o comércio eletrônico, saiba as tendências para o crescimento do e-commerce em 2021 no Brasil.

Mercado Livre
O que esperar do crescimento do e-commerce em 2021 no Brasil?

O ano de 2020 foi um dos melhores para quem faz vendas pela internet. O isolamento social, por causa da pandemia de Covid-19, fez com que os clientes buscassem lojas online para fazer suas compras.

Os dados de 2020 são animadores para quem está no ramo ou deseja começar a vender pela internet. De acordo com pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) em parceria com o Movimento Compre&Confie, no Brasil, o faturamento do comércio eletrônico alcançou a marca de R$ 41,92 bilhões em agosto. Isso representa um crescimento de 56,8% no ano. Todos esses números comprovam que 2020 foi um excelente período para o setor.

Depois de um período de expansão, veja quais são as tendências de crescimento do e-commerce em 2021 no Brasil e quais delas você pode aplicar ao seu negócio.

Tendências para o crescimento do e-commerce em 2021 no Brasil

Para apontar algumas das tendências para o e-commerce em 2021, consultamos alguns estudos do E-commerce Brasil, site especializado em vendas pela internet. Há também algumas tendências apontadas pela Rock Content, especialista em criação de conteúdo digital.

Entregas rápidas

Nós sabemos que, após uma compra ser finalizada, a expectativa do cliente é muito alta para que o seu produto seja entregue. Por isso, é preciso oferecer uma boa experiência e planejar a logística para o e-commerce. As entregas rápidas, um ponto forte nosso, estão entre as práticas que contribuem com a satisfação do cliente.

No Mercado Livre, já existem soluções do Mercado Envios, como Mercado Envios Full e Mercado Envios Flex, que fazem as entregas em até 24h. A expectativa é que essas facilidades, presentes em poucas cidades do Brasil, comecem a se expandir.

Para dar mais agilidade às entregas, usaremos uma frota com aviões cargueiros, que vão atender os centros de distribuição presentes em São Paulo e na Bahia. Esse investimento reflete o tamanho da aposta em logística e reforça essa parte da operação. Dessa forma, você precisa estar com a logística organizada para realizar esses envios com velocidade e consiga atender a essa demanda cada vez mais alta em 2021.

Produtos Personalizados

A personalização de produtos também é uma demanda a crescer. Algumas das grandes marcas já permitem a customização de tênis, camisetas, acessórios, entre outros. Afinal, muitas pessoas têm buscado por itens exclusivos ou que tenham “a sua cara”. Para isso, é preciso uma boa organização para que a produção flua e não comprometa a entrega dos produtos.

Vale sempre informar o cliente sobre todo o processo de produção dos itens para evitar problemas e, claro, deixar o comprador ciente do seu cronograma.

 

Nichos de mercado para e-commerce

Explorar alguns nichos de mercado é uma ótima opção para seguir. Por isso, dependendo do que você já vende ou pretende iniciar a vender, a escolha do público-alvo é fundamental. Alguns desses setores estão em crescimento e vão ficar mais fortes em 2021.

  • Produtos sustentáveis

Cada vez mais pessoas se importam como os itens que elas compram são produzidos. O tema sustentabilidade está em alta e vai seguir sendo um dos tópicos mais comentados, principalmente pela preocupação com o meio ambiente.

Aliás, o Mercado Livre possui uma categoria específica para produtos sustentáveis. Dentro desse segmento, você pode aproveitar para explorar brechós e a venda de produtos usados, é uma forma de movimentar a economia e apoiar o mercado sustentável.

  • Pet

Já dizia o ditado “o cão é o melhor amigo do homem”. Não só ele, mas outros tipos de animais domésticos, os pets, estão mais presentes nos lares. Por esse motivo, esse setor passa por um excelente momento e explorar produtos para este público é uma ótima aposta para 2021.

  • Produtos para o cuidado pessoal

O segmento de “moda e beleza” sempre está em alta. Mas, principalmente durante o isolamento social, muita gente não saiu de casa e resolveu apostar em produtos de autocuidado. Cremes, máscaras e outros itens que rejuvenescem, hidratam e melhoram a pele e o corpo de quem os utiliza.

Pesquisa por voz

O uso dos assistentes de voz tem se tornado uma prática bastante comum pelos compradores. Apesar de essa tecnologia ainda não ter sido ajustada para o nosso mercado, é fundamental estar atento a essa movimentação.

Por causa desse tipo de procura, é importante manter os anúncios com uma boa descrição, utilizando as técnicas de SEO. Já que as ferramentas dessa forma de busca são muito similares às de texto. Esse simples ajuste vai contribuir muito para que os seus produtos apareçam aos compradores durante a pesquisa por voz.

Pagamentos instantâneos

Uma das grandes mudanças desse final de 2020 foi a criação do Sistema de Pagamentos Instantâneos do Brasil, o PIX. Já é possível fazer o seu cadastro, gerar a sua chave pelo Mercado Pago e usar no seu e-commerce a novidade. Você vai poder, inclusive, utilizar um código QR para oferecer transações usando o PIX na sua maquininha Point.

Essa forma de pagamento é a grande tendência para 2021, pois ela diminui as chances de fraude, o que vai atrair muitos novos consumidores que não fazem compras online por qualquer tipo de medo.

O PIX vai acelerar as transações e reduzir as taxas, diminuindo o tempo para que o dinheiro circule entre as contas e com menor custo. Todas essas vantagens contribuem para aquecer o comércio e movimentar as lojas online.

Conhecendo algumas das tendências que vão impactar no crescimento do e-commerce em 2021, é possível se preparar para segui-las no próximo ano. O ideal é se organizar para por esse trabalho em prática e, ao longo do ano, se adequar a qualquer eventualidade.

 

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.

Entendi