Seis estratégias de marketing para marketplace que você precisa conhecer

Publicidade é um item essencial para o sucesso dos negócios. Veja seis estratégias de marketing para marketplace para incrementar suas vendas.

Mercado Livre
Dicas
Seis estratégias de marketing para marketplace que você precisa conhecer

Os marketplaces estão crescendo e se tornando cada vez mais populares entre os consumidores. O fato de encontrar várias marcas e produtos em um único lugar atrai as pessoas pela comodidade e praticidade da jornada que se percorre no ambiente online. Para conquistar novos adeptos e fidelizar a clientela, existem seis estratégias de marketing para marketplace que vão te ajudar a vender mais.

Antes de criar e executar essas ações, é preciso ter um plano de negócio. Ele é fundamental para estruturar todas as estratégias de marketing e permite que você as planeje com cuidado.

No plano, você tem que pontuar quais são as suas metas, definir o contexto de mercado, ajustar qual é seu público-alvo e como suas ações irão se desenvolver ao longo de determinado período. O plano de negócio guiará todas as suas atividades.

Confira como as estratégias de marketing podem suprir as demandas dos seus clientes com os seguintes passos:

 

1. Calendário de datas importantes

Apesar de parecer algo simples, muitos vendedores podem se atrapalhar e não estruturarem um calendário de datas importantes.

Você precisa planejar as ações com antecedência para aproveitar o aumento do volume de vendas, como as datas comemorativas, por exemplo.

2. Melhor canal de divulgação

Pergunte-se qual é a melhor forma de expor o seu produto. Crie uma lista com os canais disponíveis e escolha entre os dois ou três melhores. Para decidir, baseie-se em alcance, popularidade e possível retorno.

Um ponto importante é entender que, quanto mais completo for o meu anúncio, mais exposição ele terá dentro e fora do Mercado Livre.

 

3. Anúncios pagos

Com os anúncios pagos, você chega em quem realmente quer. Ao definir seu público-alvo, não há desperdício de verba e nem de tempo. A presença orgânica na Internet, ou seja, postagens gratuitas que geram retorno espontâneo, também é importante. Mas ao criar campanhas pagas, você impacta mais pessoas de forma mais eficaz.

Você verá resultados em pouco tempo por meio de visibilidade, alcance e vendas. Além disso, conseguirá acompanhar o desempenho de uma campanha facilmente, através de relatórios disponíveis na plataforma.

 

4. Invista em conteúdo

Sua loja online é a sua vitrine. Além da venda de produtos de qualidade, é preciso pensar em como criar uma experiência positiva para o cliente que você quer conquistar.

Investir em conteúdo é um ótimo recurso e ele pode ter diferentes formatos:

» Imagens: as fotos são sua vitrine, por isso capriche! Produza fotos com alta qualidade, bons ângulos e valorize os detalhes do seu produto. Lembre-se: investir em um estúdio fotográfico próprio te ajudará a ganhar escala.

» Texto: as descrições são fundamentais. Por isso, produza textos informativos e objetivos para apresentar os seus produtos. Não se esqueça de preencher corretamente a ficha técnica, pois ela é a base de uma boa performance do seu anúncio.

» Tutoriais: ensinar como se usa um produto é sempre um ponto positivo para a sua loja. Os clientes adoram saber sobre o funcionamento de um item na prática e vídeos desse tipo são sempre bem-vindos.

5. E-mail marketing

Trata-se de um ótimo mecanismo para convidar visitantes a saberem das novidades e conhecerem seus produtos. Assim, você pode converter quem ainda não está familiarizado com sua marca em possíveis clientes.

Nessa newsletter, pense também na forma e no conteúdo para que sejam atraentes. E tenha botões de ação que levem os leitores para a sua loja.

6. Relacionamento com o cliente

O ambiente virtual é muito dinâmico e as interações acontecem em tempo real. Nesse cenário, os consumidores esperam obter retorno rapidamente. Se eles fizerem uma pergunta e não receberem a resposta em pouco tempo, a tendência é que eles saiam da sua loja, busquem a informação em outro lugar e comprem na concorrência.

Durante a troca, personalize o atendimento. Seja sempre gentil, porém adapte a linguagem conforme o nível de conhecimento do seu interlocutor. Ele não sabe de aspectos técnicos como você, simplifique a conversa!

O canal de relacionamento com o consumidor é uma via de mão dupla. Sendo assim, é uma plataforma que serve para escutá-lo também. Proponha uma enquete para saber a opinião deles: a atividade vai fazer com que eles se sintam valorizados.

Com essas seis dicas de marketing para marketplace, sua estratégia estará afinada e atenderá as demandas dos compradores.

 

 

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.

Entendi