O e-commerce cresce cada vez mais ao redor do mundo. No Mercado Livre Experience 2019, serão discutidos o mercado internacional e o cenário brasileiro.

O e-commerce, no Brasil, apresenta crescimento animador. Segundo informações da EbitNielsen, em 2018, o setor faturou R$ 53, 2 bilhões. Para 2019, espera-se que esse número cresça em 15%.

Mas não é só aqui que o comércio eletrônico se expande cada vez mais. Embora cada país evolua de uma maneira, é certo que o segmento avança rapidamente em todo o mundo. O 39º relatório Webshoppers mostra que, em 2018, o e-commerce apresentou 24% de crescimento global e chegou a marca de US$ 2,9 trilhões em vendas. A região que mais cresceu foi Ásia e Pacífico e, na América Latina, há grande oportunidades para investimentos.

E ninguém melhor do que o Jason Goldberg, um dos convidados do Mercado Livre Experience 2019, para dar uma visão do que acontece no mercado internacional quando o assunto é novidade em comércio eletrônico. Ele é um expert em varejo online, além de ser multitarefa: ele atua como membro do Conselho Diretor da Fundação Nacional de Varejo dos Estados Unidos, é responsável por um podcast focado em e-commerce e varejo digital, é vice-presidente sênior de comércio e contéudo da empresa SapientRazorfish e lidera a estratégia comercial da Publicis.

Mercado internacional

Em outros países onde o e-commerce avança, também, com rapidez, há algumas práticas que impulsionam ainda mais o setor:

Conexão direta com os consumidores

Se fala muito em estar próximos dos clientes e, mais do que nunca, essa máxima prova que este é o caminho para uma relação duradoura e fiel entre consumidor e uma marca, seja por meio de ações de marketing ou de comunicação individual, é preciso se conectar com quem está do outro lado da tela.

Mídias sociais

Usar as redes sociais também é uma maneira de se manter perto do cliente. Mas, além disso, servem como plataformas para anunciar ao público que está realmente interessado em comprar determinados produtos. Tudo depende da segmentação ser assertiva.

E outro ponto: os microinfluenciadores, que atuam em nichos e permitem aproximar marcas e clientes. Ao planejar uma estratégia com eles, as redes sociais são vitais e se tornam uma grande vitrine para que mais pessoas conheçam determinados produtos.

Nova revolução industrial

Novos meios de atuar no comércio eletrônico surgem conforme a necessidade de desenvolvimento de ferramentas que acompanhem o ritmo acelerado do setor e também do nível de exigência dos clientes. E essa nova revolução se dá por meio de recursos tecnológicos. Seja por meio de realidade aumentada, chatbots ou marketing de dados, tudo caminha para que haja uma integração entre online e offline, para que o cliente tenha vários pontos de contato com uma marca e a tecnologia poderá viabilizar essas novas experiências.

Cenário brasileiro

Aqui, no Brasil, já é possível ver a maioria das tendências em curso: o uso do celular como tela essencial para a jornada de compra, a aproximação com o consumidor e o uso de redes sociais de maneira mais estratégica, além da constante evolução dessas ferramentas no setor.

O Brasil não deixa a desejar quanto ao crescimento e implementação de novas soluções que movem o segmento de e-commerce.

Ainda há muito mais por vir. Não perca outros temas e perfis dos palestrantes convidados para o Mercado Livre Experience 2019. Fique atento às novidades e saiba tudo o que irá acontecer na próxima edição.

Quer participar do Mercado Livre Experience 2019?

Acesse MercadoLivreExperience.com.br e garanta já o seu ingresso. O evento acontece no dia 29 de agosto no São Paulo Expo. Estamos em contagem regressiva e esperamos você lá!


Esta matéria foi útil? Compartilhe-a agora mesmo!