Planejamento financeiro: como evitar multas e juros altos

Saiba como estruturar o planejamento financeiro e evitar multas e juros altos. Mantenha a saúde financeira do seu negócio sempre em dia.

Organização e planejamento financeiro são essenciais para o sucesso da sua empresa. Não se esqueça de que suas finanças fazem parte do plano de negócios. Você deve considerar todas as áreas para projetar gastos e possíveis lucros, inclua na sua lista: marketing, logística e a plataforma de e-commerce. O seu plano precisa contemplar todos os custos fixos e despesas variáveis.

Veja quais indicadores importantes que precisam fazer parte do seu planejamento financeiro

Com tudo em dia, você não corre o risco de se prejudicar com multas e juros. Por isso, fique atento aos números e datas de vencimentos do que precisa pagar.

Fluxo de Caixa

O fluxo de caixa nada mais é que o controle de todas as entradas e saídas de dinheiro da sua loja. Você precisa registrar todos os recebimentos e contas a pagar, o que resulta no saldo disponível.

Por isso, mantenha tudo documentado. Guarde todos os boletos, notas fiscais e comprovantes de pagamento caso precise consultá-los. Com este processo em dia, você tem uma visão geral e detalhada da saúde financeira do seu negócio.

Com o fluxo de caixa, você consegue entender claramente o impacto dos diferentes meios de pagamento aceitos pela sua loja . Por exemplo, as empresas de cartão de crédito cobram um taxa de serviço e você consegue notar o quanto este valor impacta nas suas finanças.

É possível, também, visualizar com clareza os custos com logística e frete grátis. Resumindo, o fluxo de caixa serve como um raio-X da sua empresa. Hoje, já existem softwares que automatizam os processos para que você controle o seu fluxo de caixa, como o conhecido SAP: voltado para a gestão empresarial, ele cuida desde das vendas até das relações com os clientes, finanças e operações diárias.

Balanço financeiro

Neste processo, você pode comparar o desempenho da loja ano a ano. Independente do tamanho da sua empresa, você pode montar uma planilha de acordo com a sua realidade e nível de detalhamento desejado.

Para entender melhor o conceito de balanço, confira os itens abaixo:

» Ativo: é conjunto de bens e direitos de uma empresa, ou seja, é a parte positiva – ligada ao lucro. Nesta categoria, você pode colocar, por exemplo, vendas a receber e estoque.

» Passivo: este já se refere ao conjunto de deveres, o que você precisa pagar: fornecedores, salários, dívidas e prestações.

» Patrimônio líquido: é o resultado da seguinte conta – ativo menos o passivo.

DRE (Demonstração do Resultado do Exercício)

Já a Demonstração do Resultado do Exercício é um relatório contábil feito em conjunto com o balanço financeiro. Este documento descreve todas as operações financeiras da sua empresa realizadas em determinado período, que forma o que se chama de resultado líquido: o lucro ou prejuízo resultante das suas transações.

Veja a tabela abaixo, que você pode seguir como modelo:

Demonstração do Resultado de Exercicio Valores (R$)
Receita Bruta
(-) Impostos Incidentes sobre as Vendas
(-) Custos de Mercadorias Vendidas
(=) Lucro Bruto
(-) Despesas Operacionais
(-) Despesas com Vendas
(-) Despesas Financeiras
(+) Receitas Financeiras
(-) Despesas Gerais e Administrativas
(=) Lucro / Prejuízo Operacional

Qual é a finalidade do DRE?

Ele gera informações que impactam na tomada de decisão. É uma ferramenta fundamental para avaliar o desempenho da sua empresa e da eficiência em gerar lucro.

Equilibrar preço e custo

Para ter um preço competitivo, você precisa diminuir seus custos diretos e despesas fixas. A definição do preço adequado de venda depende do equilíbrio entre o preço de mercado e o valor calculado, em função dos seus custos e despesas. Na hora de decidir o valor, você precisa considerar aspectos mercadológicos e aspectos financeiros.

Aspectos mercadológicos

Quando for calcular o preço pensando no que está acontecendo no mercado, observe os seus concorrentes diretos que comercializam produtos da mesma categoria e da mesma qualidade. Fatores como tempo de mercado, volume de vendas e reputação da marca também têm influência direta no valor do seu produto.

Aspectos financeiros

Na hora de acrescentar o aspecto financeiro para chegar ao preço, você precisa levar em consideração os seguintes pontos:

» O preço de venda deve cobrir o custo direto da mercadoria.

» As despesas variáveis,
por exemplo, investimentos em anúncios pagos.

» As despesas fixas,
como custo com luz e água. Se você tem uma equipe que te ajuda a cuidar da sua loja virtual, inclua o salário do seu time aqui também. O saldo restante disso tudo será o seu lucro líquido.

Fique sempre atento às suas despesas e ao seu lucro. Mantenhas as suas finanças sempre em ordem para que sua saúde financeira não saia dos eixos. Com um planejamento financeiro bem feito, as chances da sua empresa ser bem sucedida só aumentam

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.

Entendi